[PT] Na Noruega encontrar um sitio barato é como achar uma agulha num palheiro, mas é permitido e seguro acampar em qualquer lado desde que não seja privado ou campo de cultivo e a menos de 150m de qualquer habitação (alguns locais permitem que se acampe no jardim deles se lhes for pedido). Claro que nós fazemo-lo sempre que podemos, o único problema é que a tenda não tem persianas e está sempre de dia, nem dá para recarregar pilhas, nem para actualizar o blog, nem temos wc com chão aquecido, nem dá para lavar ou secar as meias e a única divisão quente da tenda é dentro do saco cama…enfim, até que não é mau se não estiver a chover na hora de ir embora…

[EN] Finding a cheap place to stay in Norway is like looking for a needle in a haystack but it is allowed and safe to camp anywhere for one night, as long as it is uncultivated land and 150m distance from houses (some locals allow you to camp in their gardens if you ask them). Of course we do this everytime we can, the only problem is that our tent does not have courtains so it is basically light all night, we can’t recharge our batteries, update the blog, we don’t have wc with heated floors and we can’t wash or dry or dirty socks, basically the only warm place is inside the sleeping bag… oh well, it is not that bad as long as it doesn’t rain when it is time to leave…

P5080041.JPG

[PT] É final de dia de sábado e começamos a procurar um local agradável para acampar. Lá ao longe conseguimos ver do lado esquerdo algumas casas de madeira pintadas de vermelho junto à água. Inacreditavelmente vimos uma mulher a cuidar da sua estufa, para trás estende-se um campo plano até à agua do fiorde, decidimos perguntar se podemos acampar, se vier de lá um sim, podemos sempre pedir para recarregar as pilhas do GPS e quiçá ser-nos oferecido um merecido café quente… mal fizemos a pergunta veio-nos de lá a resposta bem fria e direta: “nei, nei, nei!”… fizemos meia volta e sentimo-nos como cachorro abandonado! O nosso track desembocou mais uma vez onde a terra acaba, em frente temos um cais onde vinte e cinco minutos depois aparece um velho ferry.

Dizemos adeus às Lofoten. Hoje andámos mais de cem quilómetros outra vez. Desembarcamos em Melbu já tarde mas sempre de dia.

[EN] It is saturday and end of the day and we start to look for a nice place to set up our tent. Not so far from us we can see some wooden houses painted in red close by the water. There was no one around except for a women working on her greenhouse and, behind the house, a flat and green land that would end on the water of the fiord, so we decided to ask her if it was okay for us to put up our tent. If she said yes we could charge our gps’ batteries and maybe she will even offer us a warm coffee cup… as soon as we asked the question we got a cold answer straight away: “nei, nei, nei!… we turned around like abandoned puppies and left! We kept following our track that lead us to a port, after twenty five minutes the old ferry showed up.

We say goodbye to the Lofoten from the boat. Today, again, we cycled more than 100 km. The ferry left us in Melbu, it was late but there was still light.

P5100206.JPGP5100210.JPG

[PT] Não andamos mais de oitocentos metros e vimos no jardim da parte de trás de uma casa duas senhoras e três jovens, estavam sentados junto a uma mesa com refrigerantes e tinham lenha a arder num pequeno barbecue no chão. Ao passarmos sorriem e acenamos, decidimos perguntar se sabem de algum local não muito caro para dormirmos, no meio de um aberto sorriso aquela que seria a dona da casa diz: “Aqui não há nada barato! Têm tenda?”  Respondemos: “Sim temos, podemos acampar aqui no seu jardim?”

Tudo o que se passou a seguir dá para mais um capítulo…sentimos que já não éramos viajantes, mas amigos. Ali estávamos nós todos sentados à volta do barbecue, foi-nos oferecido o tal café com que sonhámos quilómetros antes, mas este vinha servido com caramelo e podia-se sentir muito carinho. Pudemos todos juntos contar piadas e sorrir enquanto grelhávamos salchichas no espeto e bebíamos um especial refrigerante de laranja.  A fabulosa luz do dia não iria terminar nunca e já era quase uma da manhã quando com o mesmo sorriso a jovem senhora nos disse: “tenho dois quartos vagos lá em casa, talvez durmam melhor do que na tenda”.

Antes de adormecer confortavelmente na cama, lembrei-me o bom que foi termos recebido aqueles três “nei, nei, nei” antes do ferry, sem eles nunca teríamos conhecido estas simpáticas pessoas que a partir de hoje são também nossos amigos.

[EN] We cycled just around 800m when we saw in a backyard two ladies and three teenagers, sitting close to a small barbecue and a table with some drinks. As we cycle by we wave and decide to ask if they know of a cheap place where we could stay for the night. With a big smile the owner of the house says: “There is nothing cheap here! But do you have a tent?” To which we reply: “We do, can we camp in our garden??”

Everything that comes after is enough for another chapter of the book… we felt we were not travellers anymore, but rather friends. There we were, all seating around the barbecue, drinking the coffee we dreamt of a lot of kilometers before, but this one served with caramel and made with care. We all told funny stories and laughed while we grilled sausages and drank a norwegian orange juice (like fanta, except this one was better). The daylight insisted in staying and it was almost 1am when, with the same big smile, the lady said: “I have two free rooms, you will probably sleep better there than on the tent”.

Before I fell asleep on the comfort of a bed, I remembered how good it ended up being receiveing those three “nei, nei, nei” earlier before the ferry, without them, we would have never met these wonderful people that are our friends from this day on.

IMG_20180510_231844.jpgIMG_20180510_223743.jpg

[PT] Por volta das três horas da manhã o sol parece ganhar força e brilho, a luz forte entra por todo o lado e por muito intenso que tenha sido o dia anterior somos obrigados a saltar cedo da cama. Aqui em Melbu pudemos saborear um delicioso pequeno almoço num café fantástico, servido por uma pessoa ainda mais fantástica com um sorriso muito mais fantástico ainda, chama-se Eleonor e levantou-se às seis da manhã para fazer o excelente pão que nos serviu. Quando viajarem por estes lados, logo a seguir às Lofoten,  é obrigatória a paragem neste local (pontuação de 4,5 em 5 no TripAdvisor)!

[EN] Around 3am is when the sun seem to be stronger and the strong light comes through the windows. As intense as the day before was, we are always forced to wake up early. Here in Melbu we had a delicious breakfast in a warm coffee house, served by a kind person with a beautiful smile, called Eleonor, that wakes up even earlier than us to bake the bread that we had for breakfast and some fantastic cakes. When you visit Lofoten, cross the ferry to Melbu and visit this place, it is totally worth it (4,5 out of 5 on TripAdvisor)!

P5110213.JPGP5110220.JPG

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s