Últimos dias na Alemanha – Last days in Germany

[PT] A chuva continua aqui na Alemanha e os dias cada vez são mais curtinhos. Mais uma vez já é bastante de noite quando chegamos a  Lübeck, conseguimos perceber que é uma cidade antiga, histórica e bonita.

Dirigimo-nos aos mercados de natal, onde tínhamos encontro marcado com o jornalista Marco Heinen.

[EN] The rain continues in Germany and the days are starting to be shorter. Once again it is already night when we arrive to our final destination of the day, Lübeck, and we can see it is an old, historical and beautiful city.

We headed to the Christmas markets, where we would have a meeting with Marco Heinen, a journalist interested in writing about our adventure.

lübeck II

Entrevista completa/ Full interview: https://tandemforpeace.com/media/

[PT] Pouco depois da entrevista não tardou e estávamos em casa da Barbara e do Johanes, um simpático casal de alemães amigos do Heinrich, que quando chegámos pareciam ser nossos amigos há muito tempo. Embora tenhamos ficado mais um dia para visitar a cidade, a estadia foi curta mas ficou longa a amizade. Esperamos vê-los de novo um dia.

[EN] After the interview it was not long before we were in Barbara and Johanes’ house, a kind German couple, friends of Heinrich, that when we arrived made us feel like we were friends for a long time already. Even though we stayed one more day to visit the city, the time was short but our friendship will last. We hope to see them again soon.

PB240618.JPG

[PT] O Marco fez questão de no dia seguinte nos mostrar a cidade de Lübeck.

[EN] Marco showed us the city of Lübeck the next day.

PB230575.JPGPB230580.JPGPB230582.JPGPB230603.JPG

[PT] A última noite na Alemanha foi na ilha de Fehamanrn, em Burg Auf Fehmarn. Conhecemos a jovem e simpática pastora Susanne que nos recebeu e abençoou a nossa viagem, um grande obrigado!

[EN] Our last night in Germany was in the island of Fehamanrn, in Burg Auf Fehmarn. We met the young protestant pastor Suzanne, that welcomed us and blessed our trip, a big thank you!

PB250661.JPG

 

Hamburgo – Hamburg

[PT] Fomos gentilmente acolhidos no Focolare Masculino de Hamburgo. Sentimo-nos verdadeiramente em casa e todos os focolarinos foram autênticos cicerones, lembramo-nos do Christoph, do Christian, do Dominik, do Heinrich todos os dias.

[EN] We were kindly welcomed in the Focolare in Hamburg. We felt at home and all the focolarinos were so nice for us, even took us for a walk full of facts about the city and its history. We remember Christoph, Christian, Dominik, Heinrich everyday.

PB220536.JPG

[PT] Tivemos uma visita muito especial e portanto ficámos quatro dias para conhecer a cidade.

[EN] We had a very special visit and so we decided to stay for a few days to visit the city.

PB200484.JPG

[PT] Havia muito a dizer sobre Hamburgo, o seu notável porto e o maior complexo contínuo de armazéns do mundo, parte do património mundial da UNESCO, autêntico postal de construções históricas que agora já se associam a outras bem modernas. Mas uma pequena ponte sobre um dos canais bem no centro de Hamburgo acabou por me fascinar, nela eu pude deparar-me com dois brilhantes navegantes Portugueses: Cristóvão Colombo e Vasco da Gama.

[EN] There is a lot to say about Hamburg, its remarkable port and largest congruent warehouse district in the world, part of the UNESCO World Heritage, worthy of being on a postcard of historical constructions that now associate with the modern ones. But a small bridge over one of the canals was what fascinated me the most, as on it I could find the statues of two important Portuguese sailors: Cristóvão Colombo and Vasco da Gama.

PB180350.JPGPB200448.JPGPB180329.JPGPB200482.JPGPB180299.JPGPB180301.JPG

[PT] Nós, os Portugueses, estamos mesmo em peso em Hamburgo. A cidade tem o “Bairro dos Portugueses”, onde a cada esquina há um restaurante tipicamente nosso e se ouve falar o Português nas ruas. Há até uma missa em português ao Domingo! Quando entrámos na igreja nunca pensámos que sairíamos de lá junto com o Padre Sérgio e acabaríamos num almoço de natal de portugueses onde fomos muito bem recebidos e tivemos até a oportunidade de falar um pouco do nosso projeto. A todos os que estiveram connosco, um muito obrigado!

[EN] We, the Portuguese, really have a strong presence in Hamburg. The city has the “Portuguese neighbour”, where in every corner there is a restaurant tipically ours and we can hear our language on the streets. There is even a Portuguese messe on Sunday! When we entered the church we never thought we would leave with Priest Sérgio and end up in a Portuguese Christmas lunch where we were so kindly welcomed and had the opportunity of talking a little bit about our project. To all those who were with us, a big thank you!

PB180269.JPG27846507_1768224136562275_1570556786_o.jpg

 

A caminho de Hamburgo – On the way to Hamburg

[PT] Estava cada vez mais tarde e sempre que o sol se escondia começava um frio de rachar. Alojamento, nem vê-lo!

[EN] It was getting late and everytime the sun hid it would get much colder. Sign of accommodation, zero.

IMG_20171108_133747.jpg

PB140091.JPG

[PT] Tentámos falar com as únicas duas pessoas que encontrámos até se fazer de noite…só falavam Alemão, não se percebia patavina! O último apontava numa direção contrária aquela que nós pretendíamos ir, mas parecia haver algumas luzes. Os quilómetros extra que tivemos de fazer valeram a pena porque conhecemos um grupo de jovens protestantes muito dinâmicos e tivemos um local acolhedor onde pudemos dormir e partilhar experiências. O mundo tende a empurra-nos num sentido económico, cientifico e tecnológico, mas estes jovens seguem por conta própria também o desenvolvimento do autoconhecimento e das relações humanas.

[EN] We tried to speak with the only two people we crossed paths with before it turned night… they could only speak german and we could not understand a word! The last one pointed in the opposite direction from where we wanted to go, but it was the closest place where we could see some lights.

The few extra kilometers we had to cycle were worth it, we met a very dynamic youth protestant group with whom we sang asn shared experiences and we had a safe and warm place to sleep. The world pushes us to a economical, scientific and technological way, but this young group follow their path their own way, developing areas such as self knowledge, self development and human relations.

PB160209.JPG

PB160208.JPG
O sinal que nos deram para a nossa porta: “Atenção! Há peregrinos a dormir aqui. Não incomodar.”  // The sign we were given to our door: “Attention! Pilgrims sleeping. Do not disturb.”

PB160207.JPG

[PT] A caminho de Hamburgo.

[EN] On the way to Hamburg.

PB170213.JPG

[PT] Às vezes uma paragem de autocarros faz toda a diferença.

[EN] Sometimes a bus stop makes a whole difference.

PB170224.JPG

[PT] Apanhámos o ferry em direção ao centro da cidade de Hamburgo. Aqui, apesar de chover que se farta, também não estamos sozinhos a andar de bicicleta.

[EN] We got on the ferry in direction to the centre of Hamburg. Here, even though it rains a lot, we are not alone riding the bike.

PB170238.JPGPB170244.JPGPB170251.JPG

Bremen

[PT] Bremen é uma cidade encantadora com mais de 1200 anos de história, uma das poucas cidades com património do tempo da idade média em perfeito estado de conservação.

[EN] Bremen is an enchanting city with more than 1200 years of history, one of the only cities with heritage from the middle age in almost perfect state of conservation.

PB150141.JPGPB150126.JPGPB150129.JPG

[PT] É a cidade dos “músicos de Bremen”, um conto de fadas dos irmãos Grimm conhecido em todo mundo que fala do Burro que queria ser músico e do cão, do gato e do galo, que se juntaram a ele na aventura.

[EN] It is known for the “musicians of Bremen”, a world known tale by the Grimm brothers that is about the donkey that wanted to be a musician and the dog, the cat ans the roster that joined him on the adventure.

PB150140.JPG

[PT] Também nós aqui acabámos por entrar num conto de fadas adorável, é mais uma história para um pequeno capítulo do meu livro. Nunca mais vou esquecer aquele dia na praça do mercado (Marktplatz), o sorriso da Bárbara Howey a sair do meio da multidão e a dirigir-se a mim, mais parecia uma teenager encantadora. Tínhamos andado tão pouco naquele dia, mas os momentos de convívio com a Bárbara Howey e o Lutz Howey valeram por tudo… Precisamos de mais pessoas como eles no mundo. Já acrescentei Howey ao meu nome de família!

[EN] We also ended up in a lovely tale, one that will also be a small chapter on my book for sure. I won’t forget that day on the market square (Marktplatz), Barbara Howey’s smile in the middle of the crowd walking towards me, just like an happy young girl. We cycled very little that day, but the time we spent with Barbara and Lutz Howey were worth it… We need more people like them in this world. Howey is already a name to add to our family!

IMG_20171115_182043.jpgPB160157.JPG

Entrada na Alemanha – Arriving to Germany

[PT] A passagem dos Países Baixos para a Alemanha foi feita com chuva constante. Com toda a chuva o piso escondia algumas armadilhas e chegámos ao final do dia, mais uma vez, com dois raios partidos e precisávamos de um local onde pudesse fazer essa reparação tranquilamente.

Por indicação da Truss e do Ben Geers fomos comemorar o aniversário da Bárbara a um espaço rural onde acabámos por ficar dois dias. Era uma quinta no meio do campo, com a casa dos acolhedores proprietários, as casas dos hóspedes onde ficámos e uma simpática vacaria, tudo rodeado de um enorme espaço verde. Ficámos alojados com todo o conforto e até pudemos degustar leite de vaca puro vindo directamente da produção. Recomendamos vivamente a quem se aventure viajar na Holanda por estes lados (www.minicampinghetbrook.nl).

Com a entrada na Alemanha parecia que o inverno tinha definitivamente começado, já não largamos a nossa roupa de inverno há algum tempo. Tenho urgentemente de enviar os meus sapatos de encaixe para Portugal e mandar vir as botas de inverno, sabe-se lá ainda para onde, é que os pés já não se aturam frios e molhados.

[EN] Our last days in the Netherlands and first days in Germany were done with constant rain. With all the rain the ground had some hidden traps and we ended the day, again, with two broken spokes and we needed a place where we could do the reparation.

With Ben and Truss Geers’ reference, that were so nice and welcoming to us, we spent Barbara’s birthday in a rural space where we ended up staying for two days. It was a farm in the woods, with the houses of the kind owners, the guest houses where we stayed and the cowshed, all surrounded by a green space. We stayed in a comfortable little house and we were even able to try and taste the pure milk coming straight from the production. We highly recommend this place to those who decide to travel around this area (www.minicampinghetbrook.nl).

It was when we entered Germany that we felt that winter finally arrived, the winter clothes were the only we used since then. We soon had to change from our summer shoes to the warm winter boots, our feet were starting to be frozen and wet everyday.

FILE0179.jpgPB130011.JPGPB130002.JPGFILE0183.jpg

[PT] A arquitectura também mudou.

[EN] Architecture has also changed.

PB150116.JPGPB170218.JPGPB140089.JPG

[PT] Também aqui na Alemanha continuamos a encontrar autênticas auto-estradas para bicicletas, ainda assim a lama permanente nos caminhos secundários anda a dar cabo da nossa viatura.

[EN] We also find good roads specially for the bikes here in Germany, still, the mud caused by the constant rain is not doing any good to our tandem.

PB160192.JPGPB140100.JPGPB140090.JPG

[PT] E também aqui se vê que há uma boa política de aproveitamento da terra.

[EN] Something we can also see here is a good land use policy.

PB130024.JPG

[PT] Tivemos oportunidade de dormir uma noite num convento de simpáticas irmãs Beneditinas…e algumas andavam de bicicleta!

Antes o convento tinha sido propriedade de um duque Alemão. A pocilga dos porcos foi requalificada e hoje é uma fabulosa capela mantendo ainda todas as antigas traves de madeira.

[EN] We had the opportunity to sleep one night in a Monastery of Benedictine Sisters and… some of them enjoyed cycling as well!

Before, the convent was the house of a German duke. The old pigsty was all renewed and is now a beautiful chapel with all the original wooden beams.

PB140049.JPGPB140052.JPGPB140057.JPGPB140060.JPGPB140067.JPGPB140068.JPG

[PT] Nestes últimos tempos temo-nos cruzado com uma fértil quantidade de modelos de bicicletas, até tive oportunidade de experimentar uma muito especial quando ficámos num albergue de peregrinos numa das primeiras noites na Alemanha.

[EN] During this last days we could see so many different types of bicycles, I even had the opportunity of trying a very special one when we stayed in a pilgrims hostel on one of the first nights in Germany.

PB150111.JPG

Países Baixos – Netherlands

[PT] E depois há a Ida e o Machiel (ou, como gostamos de o chamar, Mike) um casal encantador, pessoas ligadas à água pelas suas origens: tanto eles como as gerações anteriores viveram sempre em casas barco. Ainda hoje ele é marinheiro, num barco rebocador, e passa grande parte do seu tempo em alto mar. A Ida é professora de crianças com necessidades especiais, e com as quais faz atividades muito interessantes e cativantes como passeios educativos na floresta. Passámos mais que um dia em sua casa e levaram-nos a visitar o museu de linha de água, no forte de Vechten, onde pudemos perceber como é que a Holanda, através das linhas de água, se protegeu durante a 1ª Guerra Mundial. Quando um dia escrever um livro sobre esta viagem, tenho a certeza que vou ter umas quantas páginas para falar sobre os agradáveis momentos que passámos com eles. E se um dia puder construir uma casa tão grande que dê para albergar todas as pessoas que tenho em mente, eles fazem garantidamente parte da lista.

[EN] Then there is Ida and Machiel (or, as we like to call him, Mike), a lovely couple with a strong connection with the water due to their origins: a number of generations living in boat houses. Still today Machiel is a sailor on a tow boat, most of his time is spent on the sea. Ida works as a teacher of children with special needs with whom she does interesting and catchy activities such as educational walks on the forest. We spent more than one day at their place and they took us to visit the Waterline Museum, on the Vechten Fort, where we could see how Holand was protected using the waterlines, during WWI. One day, when I write a book about this trip, I am sure I will fill numerous pages about the good moments we spent with them. And, if one day I can build big a house so big that I can host every one that I am thinking of, I am sure they will be on the list of people I want to host there.

FILE0022.jpg20171104_110614.jpg20171104_145126.jpgIMG_20171105_163259.jpg

[PT] Durante dias seguidos na Holanda não precisámos de nos preocupar com o alojamento, ou era o sobrinho, ou a namorada do filho ou mesmo algum amigo ou familiar que nos eram recomendados…sentimos que estávamos em casa. O mundo seria bem mais tranquilo se todos fossemos um pouco assim.

[EN] During the following days in Holand we didn’t have to worry about accommodation because Ida took care of it all. It was the nephew, the son’s girlfriend… we felt like we were at home. The world would be a better place if everyone was like this!

[PT] Chegámos a casa do Johan e da Astrid já bem à noite, estava um frio de rachar. Não nos conhecíamos até ao momento de entrarmos em sua casa mas, no instante a seguir parecia que estávamos em casa de um familiar muito próximo. O Johan é um polícia Holandês sempre bem disposto e a Astrid uma simpática jovem que trabalha em Amesterdão numa luxuosa mansão de congressos, todos os dias percorre quinze quilómetros de bicicleta de casa para o trabalho e volta. Quando saímos em direção a Amesterdão seguimos em bicicleta na sua companhia, ela fez questão de nos mostrar o caminho e o seu local de trabalho que é bem no centro de Amesterdão. Durante o caminho perguntei-lhe se nos dias de muito frio e chuva também ia de bicicleta, respondeu-me: “Sim, pedalo mais depressa para aquecer!!”

[EN] We arrived at Johan and Astrid’s home and it was night time and very cold. We hadn’t met before but, from the moment we got inside the house, it was like we were in the house of a family member. Johan is an always positive policeman and Astrid is a nice young lady that works in a luxurious congress house, both in Amsterdam. When we left in direction to Amsterdam, Astrid accompanied us on her bike and showed us the way she cycles everyday to her work that is right in the city centre, 15 kilometers everyday to work and then again to go back home. On our way I asked Astrid if she also went to work by bike on the cold and rainy days to what she replied: ”yes, I just go faster to keep warm!”

FILE0099.jpg20171107_090829.jpg

[PT] Amesterdão é uma cidade interessantíssima onde a bicicleta faz parte da vida das pessoas.

[EN] Amsterdam is a super interesting city where the bicycle is part of everyone’s life.

FILE0115.jpgFILE0117.jpgIMG_20171107_140322.jpg20171106_160624.jpg

[PT] Em Amsterdão é possível visitar a Casa de Anne Frank, a casa onde Anne Frank e a família se esconderam dos Nazis durante a segunda guerra mundial. Uma história que nos toca e um lugar que merece a visita (os bilhetes devem ser comprados online anteriormente).

[EN] In Amsterdam it is possible to visit the Anne Frank House, the actual house where Anne Frank and her family were hiding from the Nazis during WW2. A touching story and a place that is worth the visit (tickets need to be booked online in advance).

20171107_113529.jpg20171107_120449.jpg

[PT] O nosso caminho pela Holanda continua, e que monumentos curiosos encontramos!

[EN] Our way in Holand continues, and such interesting monuments we find!

IMG_20171108_123847.jpg

[PT] O céu e o tempo mudam constantemente

[EN] The sky and the weather constantly change

FILE0343.jpgFILE0352.jpgFILE0078.jpgFILE0070.jpg

[PT] A chuva teimava em aborrecer, mas já sabíamos que viajar no inverno iria ser assim. Mais uma vez era bastante noite quando encontrámos a casa da jovem Aranka, uma cientista comportamental, mais uma vez ficámos encantados com tanta tranquilidade e simpatia. Mostrou-nos a casa toda, disse-nos para ficarmos à vontade porque tinha de sair para ir ao balet e voltaria mais tarde. Já era tarde, estava de noite e a chover, mesmo assim ela foi de bicicleta…ali ficámos nós sozinhos em casa ainda mal tinham passado uns minutos de nos conhecermos, mais uma vez como se estivéssemos em casa de algum familiar próximo…se calhar eu era a única pessoa na terra que desconhecia esta confiança! Quando a Aranka voltou perguntei-lhe: “Mesmo com este tempo vais sempre de bicicleta?” Respondeu-me: “Sim, são só oito quilómetros para cada lado, seria estranho era se fosse de carro!” …conheço tantos lugares onde estes factos são vistos tão ao contrário…é pena!

[EN] The rain insisted on being present during our days but we knew what to wait for when we decided to travel during winter. Once again it was already night time when we arrived to Aranka’s house, a young behavioural scientist, very calm and kind. She showed us around the house, told us to be comfortable and said she had to leave for her ballet class, but she would be back in a couple hours. It was already very dark outside and a bit rainy, still, she went by bike. And there we were, alone in her house a few minutes after we met, once again it looked like we were from the same family. I think we are the only ones on earth that didn’t know about this thing called trusting strangers. When Aranka came back I asked her: “even with this weather, you always go by bike?” To what she replied: “yes, it’s only a few kilometers for each side, it would be weird to go by car”. There are so many places where this thought is the exact opposite, and that is a shame.

Entrada nos Países Baixos – Entering the Netherlands

[PT] A paisagem vai mudando

[EN] The landscapes start to change

DSC08914.JPGDSC08911.JPG

[PT] O tempo voa e nós tentamos fazer o mesmo aos comandos da nossa máquina voadora. Demos conta que tínhamos entrado nos países baixos porque começamos a ver bicicletas por todo lado e uma autêntica rede viária para ciclistas.

[EN] Time flies and we try to do the same on our vehicle. We just noticed we were already in the Netherlands when we starded seeing bicycles everywhere and numerous bike roads.

DSC08922.JPGIMG_20171102_134922.jpg

[PT] A paisagem também anuncia bem que estamos nos Países Baixos.

Na nossa memória ficaram inúmeras histórias e tantas pessoas que são verdadeiras ternuras.

[EN] Here the landscapes also show that we are in the Netherlands.

In our memory we have so many stories and so many people that are so lovely and that we will not forget.

DSC08949.JPG

[PT] A Leen Moris e o marido, que nos convidou para uma lasanha, com os quais tivemos um momento de partilha muito interessante e que nos preparou um gostoso pequeno almoço.

[EN] Leen Moris and her husband, that invited us for a Lasanha, with whom we could share and listen to some stories and that prepared us a delicious breakfast.

[PT] A Lia que em Tilburgo terminou à pressa o jogo de cartas com os seus amigos para nos levar para casa…toda a casa tinha pormenores muito especiais e quadros fantásticos pintados por ela! No jardim, uma pequena estátua em honra do seu marido que achámos muito particular e que tem uma mensagem muito bonita: “um ajuda o outro”.

[EN] Lia that, in Tilburg, finished her cards game really quick to take us home… a place full of special details and beautiful paintings made by her. In her garden, a small statue in honor of her husband that we found to be particularly special and that has a beautiful message: “one helps the other”.

DSC08943.JPGDSC08938.JPG

Na Bélgica – In Belgium

[PT] Até à Bélgica sucederam-se mais uns quantos canais.

[EN] Until Belgium we had a few more canals.

DSC08723.JPGDSC08737.JPG

[PT] Aqui podemos ver uma fabulosa estação que eleva barcos de grandes dimensões dum nível baixo do canal para um nível com mais de dez metros de altura.

[EN] Here we can see an amazing station that uplifts boats of big dimensions from a lever lower than the canal to a level with more than ten meters high.

DSC08725.JPG

[PT] …e isto não são pedras, são beterrabas! Depois faz-se o açúcar que a malta gosta de meter no cafezinho.

[EN] … and these are not rocks, these are beetroots! This is what sugar, the one we put on coffee, is made of.

DSC08728.JPG

[PT] …mais um problema técnico a acrescentar a um dia frio e de chuva: um furo e um raio partido na pior parte da roda de trás. Com paciência tudo se resolve!

[EN] … another technical problem to add to a cold rainy day, a flat tire and a broken spoke on the back wheel. But with patience we can work everything out!

DSC08733.JPG

[PT] Chegámos à entrada do centro de Bruxelas já de noite e pensávamos que tínhamos garantido um local para dormir, mas enganámo-nos! Estávamos ali ao telefone, nada confortáveis nem com a situação, nem com o dia que já tinha chegado ao fim, nem com o frio que começávamos a sentir… e eis que surge um grupo de Portugueses, pessoas para as quais não temos palavras para descrever. Levaram-nos para casa e… festa todos os dias! Parecia que já nos conhecíamos há anos ou éramos de família. Tínhamos pensado ficar um dia em Bruxelas, ficámos quatro…”mama mia!!” Não temos como agradecer toda a comida deliciosa, o conforto  e o carinho com que nos receberam e o tempo que cederam para nos ajudar. Há mesmo gente boa por todo o lado…a nossa bicicleta parece cada vez mais pesada, é que também eles vão connosco todos os dias.

[EN] We arrived to the centre Brussels and it was night already, we thought we already had a safe place to sleep when we arrived, but we were wrong! There we were, on the phone, not comfortable with the situation at all, it was dark and we were starting to get cold… out of nowhere, a group of Portuguese people shows up, people that we can’t even describe, they took us to their house and… feast every day, it felt like we knew them forever or as if we were from the same family. We thought we would only stay in Brussels for a day and we stayed four… “mamma mia!” We can’t thank them enough for the delicious food, the comfort and affection with which they welcomed us and the time they spent helping us. Good people are everywhere… our bike seemed heavier but that’s only because they are also in our hearts every day.

DSC08933.JPGDSC08825.JPGDSC08767.JPGDSC08775.JPG20171031_105158.jpgDSC08875.JPGDSC08894.JPG

[PT] O caminho continua aqui na Bélgica e conseguimos perceber que existe uma verdadeira preocupação com aqueles que se deslocam de bicicleta.

[EN] The way continues here in Belgium and we start to see a real concern with those that cycle, both in the city and outside.

DSC08895.JPG

[PT] Mesmo que muitas das vezes não se entenda nada do que está escrito nas placas.

[EN] Even if most of the time we don’t understand a word of what is written on the signs.

IMG_20171101_134015.jpgDSC08896.JPGDSC08906.JPG

[PT] … e por vezes a festa ao fim do dia é outra, a temperatura desceu abaixo de zero e eu chamo-lhe adaptação.

[EN] … and sometimes the end of the day is different.. temperatures under zero and we have to start to adapt.

DSC08898.JPG

26 Outubro – 26 October

[PT] Quando iniciámos esta viagem supus que podia fazê-la quase sempre por terra, voar por cima dos buracos e das pedras e sentir o corpo todo a ser chocalhado como se estivesse em cima de um cavalo selvagem, mas não!! A tandem não se aguenta! Cada vez que tento dar asas à imaginação lá se vai um ou dois raios e uma roda empenada, coisa que me deixa “piurso”, que quer dizer “pior que urso”. Não é tudo mau, claro,  e por vezes temos surpresas como hoje por exemplo, encontrámos uma placa curiosa e soube-nos bem ver ali o nome daquele país.

[EN] When we started this adventure, I thought we would easily do it on dirt roads, cycle on roads full of holes and rocks and feel the body moving as if we were riding a wild horse, but no!! Our tandem can’t handle all of that! Every time I try to go on a not paved road we end up breaking a spoke or two and worming a wheel, something that leaves me really mad. It is not always bad and we have good surprises along the way. Today, for example, we found a sign and we felt happy to see the name of that country there.

IMG_20171025_150922.jpg

[PT] …mas a persistência e a ironia são curiosas e lá estávamos nós a meter-nos outra vez pelo meio do campo.

[EN] … but persistency and irony are curious and there we were again on a dirt road, as if we didn’t know what could go wrong.

DSC08673.JPG

[PT] Conheço perfeitamente o ditado antigo que diz: “Quem se mete por atalhos mete-se em trabalhos”. No entanto não troco a tranquilidade dos caminhos de campo por nenhum caminho asfaltado. São atalhos que nos tiram do ruído e das preocupações das estradas asfaltadas durante dezenas ou centenas de quilómetros.

[EN] In Portugal we have a saying that goes: “The one that takes short cuts gets into trouble”, meaning that short cuts are not a good decision most of the times. However, there is nothing better than the calm and silence of the dirt roads and we would never choose a paved road over it. These short cuts allow us to cycle in peace and without worries for kilometers and kilometers.

DSC08561.JPG

[PT] Íamos no meio do nada, a atravessar tranquilamente a “França selvagem” por um atalho quando depois de um estranho barulho metálico e o estancamento da roda de trás nos fez parar bruscamente…o desviador das mudanças tinha-se arrancado completamente do dropout e enfeixado na roda,  agora era um amontoado de ferros, corrente e raios contorcidos… experimentei duas ou três vezes confirmar se não seria um sonho!

[EN] So there we were, on a short cut in the middle of nowhere, crossing the calm “wild France” when a sudden noise and the back wheel getting stuck made us quickly stop… the rear derailleur was completely separated from the dropout and was stuck on a huddle of bike components with chain and spokes included… I had had to make sure once or twice if that was a dream or reality! In that moment we were so worried that we didn’t even think about taking pictures of the mess… later we took a picture of our derailleur that ended up like this.

DSC08605.JPG

[PT] … vieram-me à memória as palavras do meu amigo Heleno,  sim,  o da “Ourivesaria Heleno” lá de Abrantes! Que antes de partirmos dizia: “Se precisarem de mim, estejam onde estiverem eu vou ter com vocês!”…apesar das suas palavras serem reconfortantes, ele estava muito longe e tínhamos de ser nós a resolver o problema.  Queremos dedicar-lhes este dia, sabemos que ele viria se precisássemos verdadeiramente dele!

[EN] … I could hear my friend Heleno’s words. Yes, the one from “Ourivesaria Heleno” in Abrantes! Before we left he said:”If you need me, no matter where you are, I will go there!”… even though his words were comforting, he was too far and we had to work something out. We want to dedicate him this day, we know he would come if we truly needed him!

[PT] Apelo à calma, desenrascanço, trabalho e imaginação e lá vamos nós em sigle speed durante cerca de 20km até à localidade mais próxima…só havia uma pequena loja que além de canas de pesca também vendia algumas coisas para bicicletas, mas nada do que precisávamos. O dia estava a chegar ao fim e não tínhamos ainda onde dormir…. não estava nos nossos planos esta paragem forçada e sem saber por quantos dias… Pormenores para depois e passemos ao final da história. Ao dirigirmo-nos ao centro da localidade demos de frente  com um casal de franceses que também vinha numa tandem, ao avistarem-nos vieram logo na nossa direcção.  Não tardou estávamos a ir com eles para um Gîte (https://fermedecouvron-macquigny.ffe.com), que também era uma escola de equitação muito interessante e onde ficámos confortavelmente nesse dia.

[EN] After a few minutes trying not to panic and trying to figure out a way to cycle without the derailleur, we had to cycle in single speed for about 20km until the closest village… there was only a small shop that only sold a few bike components, together with numerous fishing things, that didn’t have anything of what we needed. The day was getting close to the end and we still didn’t know where we were going to sleep… This forced stop was not in our plans and we had no idea for how long we had to stay in there to have the bike all fixed. Leaving the details for later and telling the end of the story… When we were cycling to the city center we saw a French couple coming in our direction, also on a tandem! When they saw us, they started coming in our direction. Is wasn’t long until we started cycling with them to a Gîte (https://fermedecouvron-macquigny.ffe.com) that was also a horseback riding school where we spent the night and the following day.

DSC08647.JPGDSC08677.JPGDSC08679.JPGDSC08621.JPGDSC08617.JPGDSC08701.JPG

[PT] Mal chegámos, o Rémy Charlot começou a desmontar o que tinha na sua bicicleta e a DAR-NOS tudo para que pudéssemos seguir viagem…ficámos sem palavras!! Um problema que parecia de dias ficou resolvido em menos de uma hora! Do Rémy Charlot apenas sabemos que é do “Tandem Club de France”, não sabemos se é rico ou pobre, se tem título ou não, se tem religião ou não, nada disto nos interessa, o importante é que este casal são sem dúvida pessoas fabulosas e exemplos a seguir, é aquilo que eu mais uma vez chamo de “O SER HUMANA NO SEU MELHOR”, nós hoje chamamos-lhe “O ANJO”.

[EN] Right after we arrived, Rémy Charlot started taking out parts of his tandem and giving them to us so that we could put them on our bike and continue our trip… we were speechless!! A problem that we thought would take days to be sorted out, was no longer a problem after an hour! From Rémy all we know is that he is from the “Tandem Club de France”, we don’t know if he is rich or poor, if he has a title or not, if he has a religion or not, but none of this matters, what we know is that this couple is an example to follow, the human being on his best, fabulous people that we now consider our angels.

DSC08608.JPGDSC08610.JPGDSC08609.JPGDSC08611.JPG

[PT] É nesta zona de França, em Guise que podemos passar junto ao famoso “Familistério de Goudin” de Jean-Baptiste Godin. Talvez nós hoje precisemos de voltar a estudar pessoas como ele!

[EN] It is in this area of France, in Guise, that we could cycle past the famous “Familistère de Guise” built by Jean-Baptiste Godin. Maybe today we should start studying again people like him!

DSC08702.JPGDSC08705.JPG

 

Paris

[PT] …parece tudo cor de rosa, mas não! Há vários dias que o travão de trás da nossa limousine andava com uma maleita, sempre que íamos a direito ou a descer mais parecia que estávamos numa qualquer subida dos Pirinéus, lá estava novamente um qualquer problema que travava a roda de trás. Já não bastava todo o peso que carregávamos! E foi assim que a minha intervenção mecânica fez aquilo que na altura chamei de, “bela porcaria!”. Porque me faltava uma pequena ferramenta arranjei maneira do óleo de travão se esgueirar e os trinta quilómetros que nos separavam do centro de Paris para a casa do meu amigo Quim foram feitos perigosamente apenas com o travão da frente.

 

[EN] … everything seems perfect, but no! For some days our back break was not working very well, everytime we would cycle on a flat place or going down a road it just seemed like we were going up a road on the Pyrenees… It wasn’t already enough the weight we have to carry! And that was when my mechanical intervention did what I called “a beautiful crap!”. Because I was missing a small tool I let all the oil of the break come out and the last 30 km that separated us from the centre of Paris to my friend Quim’s house were cycled with only the front break.

DSC08367.JPG

[PT] Há quarenta anos atrás o Quim seria o miúdo mais reguila da nossa rua! Agora era tempo de recordarmos as nossas brincadeiras de infância e arranjar o travão da máquina voadora. Acabámos por ficar todo o fim de semana em Paris, com surpresas e uma visita muito especial, dei-lhe o nome de fim de semana da engorda. O amigo Quim não quis que nos faltasse nada e até fez tigeladas igualzinhas às que nós comíamos quando éramos pequenos. Memórias que valem para sempre e amigos que valem para a vida!

[EN] Forty years ago Quim was for sure the biggest trouble maker kid of our street! Now it was time to remember our childhood plays and to fix the break of the bike. We ended up staying the whole weekend in Paris, with surprises and a very special visit, I called it the getting-fat-weekend. My friend Quim did not want us to miss anything and he even cooked “tigeladas” (typical pastry from our city) just like the ones we used to eat when we were kids. Memories and friends that are for life!

 

DSC08422.JPGDSC08445.JPG20171021_141427.jpgDSC08432.JPGDSC08435.JPGDSC08452.JPGDSC08511.JPGDSC08476.JPGDSC08507.JPGDSC08533.JPGDSC08529.JPG